Com Clarice

  • Com Clarice
  • Autores: Marina Colasanti e Affonso Romano de Sant'Anna
  • Edição: (2013), Editora UNESP
  • Gênero: Artigos
Sinopse: Marina Colasanti e Affonso Romano de Sant’Anna esboçam aqui um retrato sensível da amiga Clarice Lispector. Por meio de ensaios e crônicas, alguns inéditos, eles falam da escritora e de sua obra ou tomam palavras dela para expressar outros sentimentos e ideias guardados desde o começo dos anos 1960. Clarice também fala em primeira pessoa neste livro, que inclui a transcrição de uma entrevista que ela concedeu a Affonso, Marina e João Salgueiro em 1976, um ano antes de sua morte. Na entrevista ela fala, fundamentalmente, de sua obra, em especial de sua última obra publicada em vida, A hora da estrela: “Não escrevo como catarse, para desabafar. Eu nunca desabafei num livro. [...] Eu quero a coisa em si”. O livro se divide em três segmentos. O primeiro, “Com Clarice”, é uma sensível introdução à obra, com dois textos nos quais os amigos relembram carinhosamente facetas de seu convívio com a escritora. “De Ma­rina para Clarice” e “De Affonso para Clarice”, segunda e terceira partes, compõem-se de diversas crônicas sobre a escritora produzidas ao longo das últimas décadas, além de três ensaios de ca­ráter analítico sobre textos centrais de sua obra, como A maçã no escuro e A pai­xão segundo G.H.

Hora de alimentar serpentes


  • Título: Hora de alimentar serpentes
  • Edição: (2013), Global
  • Gênero: Contos
  • Sinopse: Nesta obra, Marina Colasanti nos tira a todo instante de nossa zona de conforto e nos lança em zonas de confronto, por meio de narrativas breves, alternadas com textos mais longos. Tendo publicado anteriormente vários livros de minicontos, a autora volta ao gênero com este livro que reúne 206 contos. Embora pertencendo à literatura fantástica, os relatos ignoram fronteiras e se lançam com a mesma intimidade dentro e fora da realidade guiados pelo olhar irreverente e crítico da autora. Ironia e doçura constroem personagens que, por mais imprevisíveis ou erráticos, nos soam admiravelmente familiares. Nesta obra o leitor encontrará formas diversas – o roteiro, a história em quadrinhos – usadas não só para dar suporte ao olhar diversificado da autora, mas para remeter à multiplicidade do nosso tempo. Contos na medida certa para ler, sentir e despertar para o encantamento provocado por suas palavras.

Breve história de um pequeno amor

  • Título: Breve história de um pequeno amor
  • Ilustrações: Rebeca Luciani
  • Edição: (2013), Editora FTD
  • Gênero: Infantil
Uma escritora encontra um ninho com dois filhotes de pombo. Por meio de uma prosa poética, o leitor compartilha as hesitações e os sucessos de uma história de crescimento e desenvolvimento. Como o próprio nome da obra diz, esta é uma história de amor, mas também de ciúme, aflição, paciência, saudade, preocupação, orgulho...

Meu bicho de estimação


  • Título: Meu bicho de estimação
  • Tradução: Marina Colasanti
  • Autor: Yolanda Reyes
  • Ilustrações: Mariana Massarani
  • Edição: Brasil (2013), Editora FTD
  • Gênero: Infantil, Juvenil
  • Sinopse: Em Meu bicho de estimação, a autora Yolanda Reyes conta, em versos, porque cada bicho de estimação é único e diferente. O mundo está cheio deles, com as mais diversas características: encantadores, rabugentos, companheiros, traidores. Na voz de uma criança, ela vai dando dicas ao longo de toda a história, até chegar a um final surpreendente!

Mi guera ajena

  • Título: Mi guera ajena
  • Título Original: Original: Minha Guerra Alheia
  • Edição: Colômbia(2013), Babel Libros
  • Gênero: Ensaios, Artigos

A menina, o coração, e a casa


  • Título: A menina, o coração, e a casa
  • Título Original: La niña, el corazón y la casa
  • Autor: Maria Teresa Andruetto
  • Tradução: Marina Colasanti
  • Ilustrações: Mauricio Negro
  • Edição: Brasil(2012), Editora Global
  • Gênero: Infantil & Juvenil
  • Sinopse: A menina, o coração e a casa, de María Teresa Andruetto, escritora argentina detentora do Prêmio Hans Christian Andersen 2012, traduzido pela prestigiada escritora Marina Colasanti narra, de forma poética e sensível, os conflitos familiares vividos por Tina, uma menina de cincos. Os pais se separaram. Tina vive com a avó e com o pai enquanto seu irmão Pedro, portador da síndrome de Down, mora com a mãe. Apesar de todos os domingos o pai levar a filha para ver a mãe e o irmão, não morar com eles não é nada fácil para Tina. Temos que ir, Tina diz o pai. Tina demora a lhe prestar atenção, meio aborrecida (...). Temos uma idéia. (...) A idéia de Tina, que ela compartilha com Pedro, é que o pai e ela fiquem morando na casa para sempre... Paralelamente aos temas relacionados à vida da personagem na pequena cidade de Cineville, a autora dá voz ao pai e este inventa histórias e as conta carinhosamente para os filhos. Uma história comovente sobre amor, afeto e família!

Crônicas para jovens

  • Título: Crônicas para jovens
  • Edição: (2012), Global Editora
  • Gênero: Coletânea, Crônicas
"De todo modo, a natureza...", "O olhar feminino", "Maridos & esposas", "Questões incomodas" e "Alguns outros amores" foram os temas escolhidos para esta seleção de crônicas, gênero que tanto agrada o público leitor pela variedade de assuntos e formas de contar. Marina Colasanti traz à tona o universo existencial feminino e as questões sociais de nosso país. Ela relembra, também, os amigos queridos, reflete sobre experiências vividas, narra eventos corriqueiros, choca se com o desrespeito à natureza. Que bela manhã de sábado passava eu naquele chalé antigo, naquela antiga rua de Petrópolis. (...) Eis que dois carros pararam do outro lado do rio (...). Carros cheios, família em passeio matinal. Duas pessoas saltaram de um carro (...). Abriram os braços. (...) "Procuram o sol, o céu", pensei comovida diante daquela cena singela de reencontro com a natureza. (...) Agacharam se à beira dos canteiros, os famosos canteiros de hortênsias (...) arrancando puseram se a desenraizar moitas inteiras. Sua marca em todos os textos é a profunda percepção do real e a sensibilidade com que usa as palavras.

Un Amigo para Siempre

  • Título: Un Amigo para siempre
  • Título Original: Um amigo para sempre
  • Ilustrações: Rodrigo Folgueira
  • Tradução: María Teresa Andruetto
  • Edição: Arqentina (2012), Editora Calibroscopio
  • Gênero: Infantil & Juvenil
Um amigo para sempre, de Marina Colasanti, saiu na Argentina pela editora Calibroscopio. O livro tem ilustrações de Rodrigo Folgueira e tradução de Maria Teresa A ndruetto, ganhadora do Prêmio Hans Christian Andersen em 2012 pelo livro A menina, o coração e a casa, lançado pela Global com tradução da Marina. "Minha alegria por ver esta livro editado na Argentina é múltipla: uma, a normal, que qualquer autor sente diante de uma edição nova ; duas, porque esta edição é fruto de uma amizade preciosa, uma vez que Andruetto fez a tradução há muito tempo, por carinho, para uma revista digital, e ela mesma, muito depois, me apresentou aos editores da Calibroscopio; três, porque Judith Wilhelm, a editora, fez um trabalho primoroso", conclui Marina Colasanti.

O Nome da Manhã

  • Título: O Nome da Manhã
  • Ilustrações: Da autora
  • Edição: (2012),Editora Global
  • Gênero: Poesia Infantil
O livro reúne 49 poemas da autora agrupados em seis temas: "Mais um dia começa", "Estranheza com beleza", "Os dentes e a fome", "O outro e o mesmo", "Inventar a própria história" e "O futuro é sempre adiante". O reino animal, a chuva, o vento, o mar, as flores, a temporalidade, a mulher, o adolescente, pequenos detalhes do dia a dia, entre outros, são observados e tecidos com a sensibilidade poética de Marina Colasanti. Poemas na medida certa para ler,sentir e apreciar o encantamento provocado por suas palavras. Arisco esse bicho/ chamado marisco/ que bicho não é,/ molusco, mais justo,/ trancado na concha/ grudado na rocha,/ que corre um só risco:/ servido a capricho/ é um belo petisco.

La Amistad Bate la Cola

  • Título: La Amistad Bate la Cola
  • Título Original: A amizade abana o rabo
  • Ilustrações: Claudia Rueda
  • Edição: Colômbia (2011), Editora Alfaguara
  • Gênero: Infantil & Juvenil
La amistad bate la cola invita a los lectores que ya leen solos, sin importar la edad que tengan, a un paseo por la naturaleza –animal y humana– en el que podrán explorar el lenguaje secreto de las emociones. Esta historia aparentemente sencilla sobre unos perros que llegan a la casa de campo de la autora, nos revela un mundo en el que el amor, la valentía, la lealtad, los celos, el deseo de huir, el dolor de la separación y muchos otros sentimientos andan juntos.

Classificados e nem tanto

  • Título: Classificados e nem tanto
  • Ilustrações: Rubem Grilo
  • Edição: (2010), Editora Record
  • Gênero: Poesia infantil
LIVRO ALTAMENTE RECOMENDÁVEL - CATEGORIA POESIA - FNLIJ 2011
Com uma obra que inclui prosa, poesia, crônicas, contos e livros para crianças e jovens, a autora retorna agora ao universo infantil com um encantador livro de poesia para pequenos. “Há gente que percorre os anúncios Classificados atrás de um apartamento bem localizado, um carro do ano, um cachorro com pedigree. Mas há pessoas que buscam um tapete voador, a chave para a qual já perderam a fechadura, o endereço do amigo imaginário, o rastro da estrela cadente. Para elas é este livro”, explica a autora. Nos classificados que o Vô lê no jornal, vende-se casa, carro, cachimbo ou cavalo. Vende-se escova, bicicleta, festa junina ou guaraná. Mas, quando se tem imaginação, não há limite que baste: em três ou quatro linhas, encontram-se sereias friorentas, estrelas cadentes, grafiti sem muro e até um abacaxi maduro. Classificados e nem tanto reúne 80 poeminhas curtos, “alucinadinhos”, ilustrados com belíssimas xilogravuras do artista plástico Rubem Grilo: “Velho chafariz procura água fresca que o faça feliz”; “Alugo por temporada casa bem assombrada”; “Vendo em leilão o pouco que resta do meu coração”; “Veleiro procura vento trabalhador disposto a levá-lo além do equador”. Para quem procura coisas difíceis de achar, é só abrir este livro e encontrar o que sua imaginação mandar.

Antes de virar gigante

  • Antes de virar gigante
  • Ilustrações: da autora
  • Edição: (2010), Editora Ática
  • Gênero: Coletânea, Infantil
Mestra do ritmo e das palavras, Marina Colasanti passeia com segurança por diversos gêneros literários e também pelas artes plásticas. Nesta coletânea, seu rico universo aparece em textos cheios de fantasia, no olhar aguçado sobre os detalhes do cotidiano e nas belas ilustrações que ela mesma criou.